escrevemos o que nos pedir

Biografias, homenagens, livros, mini- histórias de amor, poemas, contos infantis exclusivos e personalizados, contos para adultos, tudo o que sonhar. Também fazemos revisão de textos e trabalhos.

Conheça os serviços que temos para si.

reportagens

Antena 1

RTP1

Terras do Homem

Diário do Minho






arquivos

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

pesquisar
 
subscrever feeds





advertência

O conteúdo deste blogue não pode ser reproduzido, total ou parcialmente, nem as ideias nele contidas, conforme explícito na lei, incorrendo o prevaricador num ilícito penal grave.

04/11/2010
Também há dias para chorar
Hoje é um deles. É o dia de fechar a mão e guardar o tesouro que alguém nos deixou. A sua marca aqui. Porque há quem parta cedo demais e se vá embora, de asas abertas, deixando um rasto de luz sobre este planeta minúsculo que nos serve de casa. Uma cúpula batida pelo sol da manhã, ainda sem queimar, mas vivo o suficiente para nos despertar os olhos da escuridão. Por cada coração tocado, por cada lágrima que fez despontar, por cada vez que nos fez querer ser pessoas melhores, por cada segundo do nosso tempo que lhe oferecemos em oração ou em solidariedade, um obrigada. Ou um obrigado. A estrela está pousada na palma da nossa mão. Com o seu brilho contínuo a iluminar-nos os rostos fechados, a chamar mais lágrimas para que nos limpemos por dentro, esvaziando-nos de comoções e dores. Há que cuidar dela, sem esquecermos que ali está sempre. Cuidar deste e de outros seres luminosos. Como a estrela imaginária que dorme todos os dias na almofada dos nossos filhos, que os guarda noite dentro, lhes adoça os sonhos e lhes sopra coisas boas ao ouvido, quem sabe tornando-os nos heróis de amanhã. Nos heróis de alguém. Que este mundo bem precisa de pessoas boas e sólidas. De pessoas que nos façam ter esperança, mesmo quando a sua viagem terrena parece acabar mal. Há quem, com pouco mais de uma mão cheia de anos nos dê verdadeiras lições de resiliência, de humildade e de coragem. Com meia dúzia de anos vividos, mudam qualquer coisa no mundo. Há quem se vá embora, ainda pequenino, deixando muito mais do que outros que vivem a vida toda entre a trincheira e a arma inimiga. Aqueles que nunca terão a coragem de fazer mais do que aquilo a que a sua própria sobrevivência obriga.



UM RAIO DE LUZ


publicado por projectcyrano às 11:04
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

A marca Projecto Cyrano está registada no INPI desde Dezembro de 2010.
os nossos livros

O Casamento do Drgão

Um conto medieval para dois irmãos


Amor em Africa

Um amor para sempre


João e Benjamim

Conto para um avô


Blog em livro

Mais um blog


Para ti, João Pedro

Prenda para um filho


Um sonho para mim

Vida e amor


Povo pequenino

Outro conto infantil


O primeiro conto

O primeiro conto escrito pelo Projecto Cyrano


Um blog de amor

Blog em livro


Em nome do amor

Trinta páginas mais dez de fotos