escrevemos o que nos pedir

Biografias, homenagens, livros, mini- histórias de amor, poemas, contos infantis exclusivos e personalizados, contos para adultos, tudo o que sonhar. Também fazemos revisão de textos e trabalhos.

Conheça os serviços que temos para si.

reportagens

Antena 1

RTP1

Terras do Homem

Diário do Minho






arquivos

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

pesquisar
 
subscrever feeds





advertência

O conteúdo deste blogue não pode ser reproduzido, total ou parcialmente, nem as ideias nele contidas, conforme explícito na lei, incorrendo o prevaricador num ilícito penal grave.

31/01/2011
Tanto, tanto, tanto
tempo à espera do amanhã para chegarmos ao meio da vida a querer resgatar o ontem.


publicado por projectcyrano às 16:30
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

28/01/2011
Um agradecimento a quem nos ajuda a voar

Quinta-feira, 2 de Setembro de 2010

Os serviços que temos para si

1- Biografia

Biografia - Escrevemos a história que quiser, sobre quem pretender, do tamanho que escolher. Este serviço contempla a escrita, com ou sem fotografias/ ilustrações, grafismo e edição. Os portes de envio ficam a cargo do cliente, bem como as despesas de deslocação do biógrafo durante o seu trabalho de recolha de informação junto dos interessados, sempre que o local de encontro implique uma distância superior a trinta quilómetros. Temos profissionais na Zona Norte e Centro. Como em qualquer outro dos livros, pode escolher a versão com encadernação artesanal ou  impressão numa gráfica, a partir de preços que vão desde 300 euros a dois mil euros.




*Temos para si um novo serviço de biografia em vídeo, que poderá oferecer a alguém. Inclui testemunhos de amigos e familiares, bem como a filmagem dos sítios simbólicos e importantes da vida do homenageado.

2-Jornal

Jornal- Registamos em formato jornalístico o seu casamento, o baptizado dos seus filhos, as bodas de ouro dos seus avós, festas ou eventos formais. Este serviço inclui a edição de um ou mais jornais, com o número de páginas desejadas, para guardar entre as suas recordações ou oferecer aos convidados/intervenientes, em vez dos tradicionais brindes. Os portes de envio ficam a cargo do cliente, bem como as despesas de deslocação do “repórter” durante o seu trabalho de recolha de informação junto dos interessados, sempre que a distância seja superior a 30 quilómetros.

*O custo da elaboração escrita e de design do Serviço 2 incide apenas sobre o exemplar original, sendo que sobre as cópias o preço visa apenas o pagamento de edição gráfica.
**Estabelecemos uma parceria com um fotógrafo profissional e de renome, caso pretenda incluir neste pacote o registo fotográfico do evento.


3- Contos Infantis e outros.

Contos- O seu filho gosta de animais, estrelas, carros? Quer passar-lhe uma mensagem específica? O Projecto Cyrano recolhe as preferências e os sonhos dos seus maiores tesouros e transforma-os num livro exclusivo, com fotos enviadas por si ou ilustrações feitas pela sua criança. A sua imaginação é o nosso limite. Este serviço, sempre que cliente opte pela edição numa gráfica, só compensa a partir de 15 exemplares. No caso de se pretender optar por um livro individual, consideram-se as opções manufacturadas, uma a uma, embora de forma mais simples e sem a qualidade do serviço pago a uma gráfica.

*Se pretender mais do que um exemplar do conto, ser-lhe-á cobrado apenas o valor da edição gráfica. Tal como no serviço de biografia e jornal, quantos mais exemplares pedir, mais compensador para si, pois pode oferecer livros iguais a toda a sua família. Para este serviço, a Cyrano propõe um mínimo de 15 exemplares, tendo cada conto entre 16 a 24 páginas.

4- Misturar elementos

Combinação: O cliente pode combinar qualquer dos serviços citados e fazer um jornal sobre uma história de vida ou transformar um evento em livro. Em vez do conto para crianças, podemos fazê-lo também para um adulto. Sonhe que nós concretizamos.



publicado por projectcyrano às 15:29
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Voe baixinho
Voe alto. Essas asas são só suas. Quando não puder usá-las, por alguma razão, imagine-o. Essas asas são só suas. Chamam-se liberdade.



A special morning brings another sun


publicado por projectcyrano às 15:27
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

25/01/2011
As maçãs


Gosta de maçãs do amor? Ou prefere as do pecado?


publicado por projectcyrano às 13:47
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

20/01/2011
A prova do amor
(...) O António teve medo e ia mandar o bicho para longe, mas teve tempo de ver um par de olhinhos cheios de ternura que o olhavam com uma bondade sem fim. Verdes, verdes, tão verdes como um imenso prado de erva fresca.

-Mano, isto não é um bicho! É um... senhor! Pequenino. Um senhor muito pequenino.

Uma voz muito terna sussurrou-lhes (sussurrar é falar baixinho, sabes?):

-Olá, meus queridos.

Os dois meninos aproximaram-no da cara para o ver melhor. Era pequeno como o dedo mindinho de uma criança. Tinha umas barbas brancas e usava uma roupa estranha que parecia um vestido. Andava descalço e tinha os pés mais pequeninos do mundo (...).

Conto em elaboração para dois manos, prestes a entrarem na maior aventura da sua vida.   

*Nome alterado.


publicado por projectcyrano às 14:34
link do post | comentar | ver comentários (2) | adicionar aos favoritos

13/01/2011
Exercício evocativo
Antes de ler isto, clique AQUI e abra novamente o texto.


Imagine-se nos socalcos do Douro num dia de chuva miúda. Está frio. Alguém o convida para uma sala com uma grande lareira. Oferecem-lhe o lanche. Sem pressa. Marmelada, geleia, compotas, presunto, queijo, broa, vinho. Não há um único som civilizado ali dentro, só Natureza, numa dessas enormes quintas penduradas sobre o rio, onde se escuta, ao longe, os murmúrios da corrente e o deslizar paciente dos rabelos. Alguém o obriga, gentilmente, a sentar-se. Há muita gente à sua volta, a rir e a conversar, sem barreiras de qualquer ordem. Nem de status nem de comunicação. O que você diz é o que os outros ouvem. E vice- versa. Oferecem-lhe azeitonas caseiras, cortadas à faca, com alho e folhinhas de óregãos. O cheiro a chouriça assada chega-lhe devagarinho. Nada o perturba. Só o vinho que o entorpece muito devagar. Adormece-lhe o corpo, mas não os sentidos. Os sentidos também podem estar felizes. De repente, imagina-se no passado. Por três minutos apenas, enquanto mexe nas brasas da lareira com um pau, vem-lhe à memória o cheiro a trabalho da roupa do seu avô, o rancho com massa cortada grossa e feijão, os riachos, os malmequeres e as joaninhas pousadas por aí. Os campos de milho e de trigo a abrirem-se como um convite à diversão. O pão com queijo feito pela mãe, a bola de carne, de bacalhau, de sardinha. As farófias, o arroz doce, as saudades. Tantas saudades. E os pés descalços sem embaraços. Andar a pé, andar muito a pé sem frio, pelo coração da sua aldeia. Pé na pedra, na terra batida, na caruma. Pé na liberdade. Asas abertas. O cabrito no forno, os beijos da avó, os encontros familiares. Naquele tronco que agora arde, vê, por uma fracção insana, o seu reflexo de menino. O tempo que não volta mas continua em si, na sua pele barbada, no seu cheiro, no seu sorriso. Quando você está, estão também todos os momentos que viveu. Quando você está, estão também aqueles que povoaram a sua vida. Porque as coisas que vão, voltam sempre. Mesmo que não se vejam com os olhos.


*E você, sentiu alguma coisa a ler este texto?

Segredamos-lhe: guarde as suas memórias para as poder transmitir aos que vierem depois. São muito mais do que bonitas recordações. São um pouco de si que se imortaliza. 


publicado por projectcyrano às 15:12
link do post | comentar | ver comentários (9) | adicionar aos favoritos

12/01/2011
Como se divide o amor?*
Afirmas que brigamos. Que foi grave.
Que o que dissemos já não tem perdão.
Que vais deixar aí a tua chave
E vais à cave içar o teu malão.

Mas como destrinçar os nossos bens?
Que livro? Que lembranças? Que papel?
Os meus olhos, bem vês, és tu que os tens.
Não te devolvo – é minha – a tua pele.

Achei ali um sonho muito velho,
Não sei se o queres levar, já está no fio.
E o teu casaco roto, aquele vermelho
Que eu costumo vestir quando está frio?

E a planta que eu comprei e tu regavas?
E o sol que dá no quarto de manhã?
É meu o teu cachorro que eu tratava?
É teu o meu canteiro de hortelã?

A qual de nós pertence este destino?
Este beijo era meu? Ou já não era?
E o que faço das praias que não vimos?
Das marés que estão lá à nossa espera?

Dividimos ao meio as madrugadas?
E a falésia das tardes de Novembro?
E as sonatas que ouvimos de mãos dadas?

De quem é esta briga? Não me lembro.

(ROSA LOBATO DE FARIA)

*Não sabemos, mas acontece vezes demais.


publicado por projectcyrano às 12:02
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

11/01/2011
Luz
Se cada dia cai

Se cada dia cai, dentro de cada noite,
há um poço
onde a claridade está presa.

há que sentar-se na beira
do poço da sombra
e pescar luz caída
com paciência.

Pablo Neruda (Últimos Poemas)


publicado por projectcyrano às 12:21
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

07/01/2011
Bem-vindos, sempre!
Recorde o que podemos fazer por si: clicando aqui.


E um bom fim-de-semana. Quente.


publicado por projectcyrano às 18:22
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

05/01/2011
Nunca
duvidamos do poder que as nossas palavras têm nos outros. Podem ser um fim ou um princípio. Um dia chamaram-nos Midas das letras e, tantas vezes, nos lembramos disso quando a energia vai abaixo e a auto- estima fraqueja. Ontem chamaram-nos "historiadores dos portugueses modestos". Marcou-nos. Agradecemos.


publicado por projectcyrano às 15:37
link do post | comentar | ver comentários (1) | adicionar aos favoritos

A marca Projecto Cyrano está registada no INPI desde Dezembro de 2010.
os nossos livros

O Casamento do Drgão

Um conto medieval para dois irmãos


Amor em Africa

Um amor para sempre


João e Benjamim

Conto para um avô


Blog em livro

Mais um blog


Para ti, João Pedro

Prenda para um filho


Um sonho para mim

Vida e amor


Povo pequenino

Outro conto infantil


O primeiro conto

O primeiro conto escrito pelo Projecto Cyrano


Um blog de amor

Blog em livro


Em nome do amor

Trinta páginas mais dez de fotos